Quem somosRetroceder
Imagem de grupo da APEDV
ContactoEstatutos
WebmailParcerias

A Associação Promotora de Emprego de Deficientes Visuais (APEDV) pertence ao grupo das associações designadas por Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), que não têm fins lucrativos. Como acontece com todas as associações legalizadas possui uns estatutos que constituem, por assim dizer, os seus alicerces normativos. Estes estatutos, enquadrados pelas leis gerais, marcam os limites e o âmbito da actuação da APEDV.

Esta Instituição surgiu com o intuito de ajudar os deficientes visuais em tudo o que for necessário, possível e desejável. No seu artigo 2º, os Estatutos definem os objectivos, que são muito abrangentes. A saber:

 "Artigo 2º

 A APEDV tem por objectivos promover, principalmente no seio dos deficientes visuais, por todos os meios ao seu alcance e sempre que possível e conveniente em colaboração com outras entidades:

 a) A formação profissional e pré-profissional;

 b) A procura e criação de emprego;

 c) O apoio escolar;

 d) O fomento intelectual, cultural e desportivo;

 e) A prevenção da cegueira;

 f) O bem-estar global

Actualmente (2016), na sua sede, no Bairro do Condado, em Lisboa, na Av. João Paulo II - Lote 5.25, funciona a parte Administrativa, o Centro de Formação Profissional e o Centro de Apoio Ocupacional.

O CAO (Centro de Apoio Ocupacional) da APEDV, tem actualmente um protocolo com o CDSSL para 15 utentes. Estes, além das afecções visuais têm outras limitações sensoriais, orgânicas ou mentais, facto que os torna inaptos para a preparação profissional. Este grupo de pessoas está circunscrito à região de Lisboa. O objectivo do Centro é de proporcionar um espaço adequado para a sua ocupação e formação para uma cada vez maior autonomia. A aprendizagem, com uma forte componente lúdica, faz parte da dinâmica do Centro.

A APEDV também presta, aos interessados, outro tipo de apoio, nomeadamente no encaminhamento, aconselhamento, cursos individualizados, empréstimo de equipamento ou dádiva (quando possível) etc.

Os Cursos de Formação Profissional são apoiados com fundos conjuntos da União Europeia e do Estado Português. Os formandos recebem uma bolsa de formação, subsídio de alimentação, subsídio de transporte e, quando justificado, subsídio de alojamento.

A APEDV não possui fontes de rendimento próprio, todas as actividades desenvolvidas, para além da formação profissional e do CAO, só são possíveis devido à angariação de donativos quer de entidades particulares quer das oficiais. Possui, presentemente, um número de associados inferior a 200, sendo a quota mínima anual de 12 euros.

Em Julho de 2015, mais propriamente dia 26, a APEDV fez trinta e cinco anos . O seu surgimento deve-se à iniciativa de Dr. Assis Milton Ovídio Rodrigues. Os primeiros tempos, no que respeita à parte administrativa, foram vividos em sua casa na Charneca do Lumiar. A parte laboral teve o seu berço nas instalações da CARITAS NACIONAL, também na Charneca do Lumiar. Tanto a parte administrativa como a laboral acabaram por transitar para Chelas, onde se encontram desde 1984. As actuais instalações são propriedade da Câmara Municipal de Lisboa. A APEDV paga uma renda simbólica mensal pelos cerca de mil metros quadrados de superfície que ocupa, distribuídos por quatro pisos.

Os cerca de trinta e cinco anos  de existência da APEDV devem-se à dedicação de muitos que fazem parte desta associação de alma e coração. Sem a sua adesão, solidariedade e empenhamento a Instituição não estaria de pé e muito menos a prestar algum serviço útil a quem precisa.

É a única instituição no país que possui um centro de actividades ocupacionais (CAO), que actualmente dá atendimento a 15 pessoas portadoras de deficiências visuais, agravadas com outras anomalias.

Para mais informações, os interessados deverão usar o número de telefone da rede de Lisboa: 21 831 07 60 ou o Fax: 21 831 07 69. Ou recorrer aos e-mails:

info@apedv.org.pt, geral;

carmindapereira@apedv.org.pt, ao cuidado de Carminda Pereira;

graca.hidalgo@apedv.org.pt, ao cuidado de Graça Hidalgo;

filomenacosta@apedv.org.pt, ao cuidado de Filomena Costa;

 

Se desejar colaborar envie o seu donativo. Em alternativa à morada, poderá usar a conta bancária cujo NIB é:

0010 0000 14352370003 04.

O que receberá em troca? Um recibo de donativo que serve para benefícios fiscais e a certeza da nossa gratidão.

Para consulta do relatório de contas de 2015 clique ou dê enter aqui

 









 

APEDV © 2016